top of page
Artboard 34titles.png

Os Segmentos Fintech & Crypto mais Procurados Após a Crise

Quais os segmentos Fintech & Crypto mais procurados após a crise?

Analisamos a evolução dos segmentos que atraíram maior número de investimentos de fundos especialistas em Fintech e Crypto, antes e depois da crise nos mercados, considerando como Pré-Crise o período de Janeiro de 2020 a 31 de Março de 2022 e como pós-crise abril a agosto de 2022.


A amostra foi de 229 investidas dos fundos especialistas QED Investors, Quona Capital, Multicoin Capital, Andreessen Horowitz Crypto, Parallax Ventures e VEF considerando a hipótese de que estes fundos tem maior probabilidade de antecipar as tendências mais relevantes.


Notamos fortes mudanças, mesmo contando apenas com um curto período pós-crise e sabendo que os efeitos dos ajustes nos mercados ainda não amadureceram plenamente. Setores com grande volume de transações em 2020 e 2021 como Digital Banking, Proptechs, Crypto Exchanges e Payments tiveram representatividade muito menor, seja porque os espaços de mercado já estão ocupados, seja porque esses fundos já escolheram seus “champions”, e...


...setores mais defensivos e associados com a propagação de modelos de Embedded Finance e Blockchain tais como Financial Infrastructure e Crypto Infrastructure se tornaram mais relevantes, enquanto modelos de Marketplaces e Digital Lending se mantiveram presentes, especialmente aqueles com focados em ecossistemas de profissionais e empresas ainda mal servidos pelo mercado.


No setor de serviços financeiros, que globalmente atingiu aproximadamente U$ 25 Trilhões, vemos as Fintechs com uma penetração inferior a 5% e por isso temos certeza de que novas ondas de transformação em Fintech e Crypto vão ampliar este share nos próximos anos, inclusive como resultantes das inovações em Open Finance, Pix, LGPD, DAOs, DeFi que mal tiveram tempo de se desenvolver.


Adicionalmente, e isso não está refletido no curto espaço do post, notamos um discreto aumento dos investimentos em fintechs com pelo menos parte de seus produtos baseados em machine learning, a.k.a AI, e apostamos que essa tendência vai acelerar radicalmente nos próximos poucos anos.




SEGMENTOS RELEVANTES 2022


Financial Infrastructure:


Modelos de negócio que permitam a instituições não financeiras terem receitas com a movimentação financeira e a retenção de seus clientes, especialmente em setores mal servidos como classes profissionais, SMB, Creators.


Marketplaces:


Marketplaces que resolvam necessidades e matchmaking de investimentos, pagamentos, serviços profissionais e ativos físicos ou digitais continuaram atraentes, ainda que marketplaces sejam difíceis de construir.


Digital Lending:


Digital lending para segmentos mal servidos pelas instituições financeiras tradicionais, lending associados a ativos pouco líquidos, foco em comunidades e segmentos específicos como creators, motoristas, comércio exterior, Crypto Collaterals.


Crypto Infrastructure:


Ferramentas que facilitem e acelerem a construção e gestão de soluções para Crypto, Blockchain e Metaverso, desde plataformas para DeFi, DAO’s até a construção de avatares para o Multiverso.


Comentários


bottom of page