top of page
Artboard 34titles.png

Aquisições de Startups LATAM

Após um aumento durante a pandemia de Covid-19, quando as aquisições de startups da América Latina cresceram mais de 70% de 2020 a 2021, essas transações se tornaram menos atraentes.


No ano seguinte, o mercado presenciou uma queda de 14%, seguida por um declínio ainda mais acentuado de mais de  35% no ano passado.


A tendência de queda afetou tanto corporações quanto startups - no entanto, startups adquirentes agora possuem uma fatia maior do mercado. Em 2020, elas representavam menos de 28% dos compradores de startups na América Latina. Três anos depois, quase metade das startups vendidas na região foram adquiridas por outras startups.


Fundo preto com um grafico de barra com dados desde 2020 ate 2024

No primeiro trimestre do ano, foram registradas quase 40 aquisições de startups na região, uma queda de 37% em comparação com o primeiro trimestre de 2023. Dessas transações, 48%  foram realizadas por startups adquirentes, mantendo uma proporção semelhante ano a ano.


No período, as startups com maior apetite foram Modalmais 1ª Com Corretagem Zero A Revolução Dos Traders Está Só Começando e nuvini (7 aquisições cada), até passarem por processos de M&A com corporações. A Modalmais foi adquirida pela XP Inc. em 2022, enquanto a nuvini finalizou sua fusão com a Mercato em 2023.

Comments


bottom of page