top of page
Artboard 34titles.png

Investimento Fundraising Crypto

Apesar de muito se discutir sobre inverno cripto e bear market, o último relatório da Dove Metrics (acquired by Messari) aponta que o valor total investido em fundraising de cripto no primeiro semestre de 2022 foi maior que o ano de 2021 inteiro.


- Lembrando que 2021 ficou marcado como o ano recorde de investimentos em cripto e de preços em curva crescente, ano considerado como “bull market”;


- 2022 veio como um ano de realização de lucro por parte dos alocadores públicos de capital, menor volatilidade e preço dos criptoativos em baixa;


- E mesmo no cenário atual, os principais alocadores de capital em VC apostaram em teses cripto. O que reforça o fato de que os investidores enxergam para além do cenário de curto prazo, visam o retorno de longo prazo de uma nova infraestrutura tecnológica para o mercado financeiro;


- Entre os quatro principais nichos de mercado cripto, destaque para os investimentos em teses de Web3, que mais que triplicaram em valor investido comparando o ano de 2021 com o primeiro semestre de 2022;


- Ponto positivo também para os investimentos em NFT’s, que atingiram quase US$ 7 bi investidos no primeiro semestre, sendo a categoria com maior valor em deals depois de CeFi;


- Os grandes hubs de cripto (CeFi ou centralized finance) continuam aglomerando a maior fatia de investimentos, porém os últimos trimestres vêm ampliando a diversificação no portfólio de investidas dos alocadores de capital entre os nichos de mercado, o que evidencia o ganho de maturidade das soluções que não dependem dos big players para existir ou receber investidores institucionais em seus cap tables.




Comments


bottom of page